quarta-feira, agosto 15, 2007

A cebola




Alguns vão achar horrível, mas eu sempre gostei muito de cebola. Antigamente, eu pegava a cebola crua e passava um salzinho e Hummmmmm!!!
Eu tenho uma história curiosa com cebola, umas coisas que a gente faz e não entende bem por que. Eu digo que a gente falha, ou mesmo em mineirês, "faia", porque não é possível.
Nós morávamos num cortiço no Bairro da Estação da Luz, naquela época um pouco mais "residencial", fazíamos nossas compras na quitanda do Sr. Osório, um homenzinho baixinho, gordinho, com um oclão, pegávamos o que precisávamos e pedíamos para anotar e ao final do mês minha mãe ia lá acertar o devido.
Bem, meu pai, trabalhava em um Hotel ao lado de onde morávamos, então, lá acabava sendo uma extensão de casa, pelo menos no período noturno que era quando meu pai estava lá.
Um dia, minha mãe pediu para meu pai comprar frutas para a gente e fui eu com ele, escolhe fruta daqui, dali, e eu vi a Cebola, hum, adoro, cebola, ai vou pegar uma para mim, aí veio a "faia", peguei escondidinho e pus debaixo da camiseta. Ninguém viu, ai, vou pra casa.
Frutas nos pacotes de papel, e uma cebola junto. Normal não é. Uma única cebola no meio das frutas.
Minha mãe, nada boba, viu a cebola, estranhou, que cebola era aquela e eu o que digo? Peguei.
Pegou? Peguei. "filha, você queria cebola, deveria ter pedido para o seu pai", Agora volta lá e devolve",
Ai, ai, que vergonha! E agora o que digo???
Agora aguenta, devolvi a cebola, o que disse certinho eu não sei. Mas morri de vergonha e nunca mais me esqueci dessa história.
Minha mãe, me deu diversas broncas, ela sempre foi muito correta e brava, mas não me lembro dos motivos das broncas e palmadas, mas este dia, em que imaginava que iria apanhar a beça, minha mãe calmamente me deu uma bela de uma lição!
Gente eu não pego cebola, nem mais nada escondido não viu...(rs)!!!

2 comentários:

Fernando disse...

Fiz a mesma coisa com uma bolinha de tênis.
Sorte que tivemos uma boa mãe perto não é?
Tá indo muito bem seu blog, parabéns.

•·.·£¡ä ´`·.·• •εïз•® disse...

Quando li o título do post, pensei: ah! ela vai falar do Shrek filosofando sobre ogros que são como cebolas... rs

Quem nunca passou por uma lição moral que valeu mais do que palmadas no bumbum?

beijinhos,
Li