quinta-feira, setembro 01, 2005

Na corda bamba da vida

Ando assim,
quase aos tropeços
com as pessoas me surpreendendo
e eu mesma me surpreendendo em pensamentos.
eu tenho uma mania de reclamar de uma situação e só valorizar a anterior quando passou por uma pior, a situação pior também é um ponto de vista. Sou avessa às mudanças,não as entendo, na vedade sou que nem plantinha com raiz, não quer ir pra outro canto de modo algum. Mas a vida deve seguir seu ciclo, o que me atormenta às vezes são os questinamentos sem respostas ou mesmo as respostas sem questionamentos.
Preciso muito mais na verdade acreditar no invisivel que vai acontecendo ao nosso lado, bem mais intenso e poderoso do que aquilo que nossos pequenos olhos conseguem enchergar.
Estou precisando urgentemente dos óculos de Miguilin

Um comentário:

Alê disse...

Oi, Cris

Cheguei aqui atraves do blog da Renata.
Não disse que eu aparecia? (e devidamente linkada) :o)

Adorei seus textos, principalmente aquele lá embaixo (Cosméticos). A latinha do creme Nívea me lembra minha avó. Ela sempre usou e depois que acabava a latinha servia de porta-alfinetes.

Dia desses pedi uma dessas latinhas pra ela, pra guardar meus alfinetes, e ela me chega com uma das latinhas novas, branca e de plástico... Que decepção! Queria aquela azul, antiga. :o)

Até daqui a pouco companheira "ptoloméia"!

bj, Alê